Boa Tarde, terça-feira 16 Setembro 2014
IP2/IC5 Concessão Douro Inteior
Voltar à Página Principal

Baixo Tejo

Conheça a Baixo Tejo, concessionário do Baixo Tejo

A Concessão do Baixo Tejo integra um conjunto de infra-estruturas, num total de 70 km, dos quais 32 km dizem respeito a construção, conservação e exploração, e 38 km correspondem a um aumento do número de vias, conservação e exploração, num investimento total de 278 milhões de euros.

Relativamente aos novos troços serão construídos 22 quilómetros que irão concluir a Circular Regional Interna da Península de Setúbal (CRIPS), entre Trafaria e Coina, com perfil de auto-estrada, dando continuidade ao lanço já existente entre o Montijo (A12/IP1) e Coina.

Incluída nas novas infra-estruturas a construir está também a ER 377-2, entre a Costa da Caparica e a Fonte da Telha, numa extensão de 10 quilómetros, que constituirá uma via distribuidora de tráfego de acesso às praias, proporcionando melhores condições de circulação e segurança.

A Concessão do Baixo Tejo inclui também 38 quilómetros de infra-estruturas rodoviárias já existentes, para efeitos de alargamento do número de vias, conservação e exploração. Incluem-se, neste âmbito, os seguintes troços:

  • IC 3 - Montijo (A12/IP 1)/Alcochete – 3 km
  • IC 32 – Coina/Montijo (A12/IP 1) – 20 km
  • IC 20 – Via Rápida da Caparica - 6 km
  • IC 21 – Via Rápida do Barreiro - 9 km

O contrato desta concessão prevê ainda a requalificação e beneficiação da Avenida do Mar, entre a Fonte da Telha e o IC32, numa extensão de 7 km, a qual incluirá a construção de passeios, ciclovias e rotundas

Este conjunto de infra-estruturas terá um impacte positivo junto das populações do Distrito de Setúbal, proporcionando um incremento da mobilidade inter-concelhia, e com reflexos positivos junto daqueles que, diariamente, se deslocam para Lisboa. A Concessão do Baixo Tejo. Os efeitos positivos irão reflectir-se também ao nível da actividade económica e do tecido empresarial que, desta forma, ganha uma maior competitividade.

Este consórcio é composto pelos seguintes accionistas:

  • Brisa – 30%
  • Transport Infrastructure Investment Company – 25%
  • Teixeira Duarte – 9%
  • Zagope – 7,875%
  • MSF – 7,875%
  • Odebrecht – 7,875%
  • Lena Construções e Serviços – 6,875%
  • Alves Ribeiro – 4,5%

Brisa Transport Infrastructure Investment Company Teixeira DuarteZagopeMSFOdebrechtGrupo LenaAlves Ribeiro

Localização

A concessão Baixo Tejo, situa-se na zona metropolitana de Lisboa e compreende um total de 70 km, dos quais 32 km dizem respeito a construção, conservação e exploração, e 38 km correspondem a um aumento do número de vias, conservação e exploração, num investimento total de 278 milhões de euros.